SCP
 9.29.2007

Nova lei em 2008- "Tolerância zero contra a violência no futebol profissional"


Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto, revelou ontem que o novo regime jurídico sobre a violência no sector está para sair em breve, nos primeiros meses de 2008.



O governante não quis adiantar pormenores sobre o futuro texto – que será uma revisão actualizada da lei publicada com vista à realização do Euro’2004 – pelo facto de a proposta do Executivo ser primeiramente submetida a um parecer do Conselho Nacional Contra a Violência no Desporto, cujo novo elenco toma posse na próxima semana, que passará a designar-se por Conselho para a Ética e Segurança no Desporto.

A revelação de Laurentino Dias foi feita no final da Conferência “Tolerância Zero Contra a Violência no Futebol Profissional”, organizada em Lisboa pela Associação das Ligas Europeias de Futebol Profissional (EPFL), cujo secretário-geral, o português Emanuel Medeiros, sublinhou a necessidade de uma “estratégia global, num quadro de cooperação reforçada”, na luta contra a violência, racismo e xenofobismo.

Palavras que andam juntas, como sublinhou Jeróme Champagne, delegado do presidente da FIFA no evento, que lembrou a necessidade de “respeitar os adeptos”, por exemplo através de uma melhoria das condições dos estádios, e em particular com “a retirada das grades que separam os adeptos e que os fazem sentir como animais enjaulados”.

Ivo Belet (membro do Parlamento Europeu), Pedro Velazquez (membro da CE) e Theo van Seggelen (da FIFPro) contribuíram a discussão do tema da conferência.

Arbitragens na baila

Na conferência de imprensa que encerrou o debate sobre violência no futebol profissional, Laurentino Dias foi questionado sobre se receava problemas no clássico de hoje na Luz. Sem fugir à pergunta, o governante assumiu: “Temo sempre, mas cada vez menos, e isso em função do movimento positivo em torno da legalização das claques.”

Mais à frente, foi a vez de Hermínio Loureiro ser indagado sobre o que fazer quando são os próprios árbitros os geradores de violência, sendo recordados casos recentes de maus trabalhos da arbitragem nacional. O líder da Liga apelou à sensibilidade do público para o facto de os árbitros “serem humanos e, por isso, poderem errar”, sublinhando o trabalho que está a ser desenvolvido no sentido da profissionalização do sector, lembrando que “a tarefa não é fácil”.

Hermínio Loureiro negou responder às críticas feitas na vésperas pelo presidente do Sporting à LPFP, e à interrogação sobre se os árbitros passarão a pedir desculpas no site da Liga sempre que errarem...

assim disse Ultra CDX @ 13:48   0 rugidos

10 mil bilhetes para vender


Pouca afluência às bilheteiras deixa 10 mil bilhetes por vender a poucas horas do derby lisboeta.



Segundo o último directo da SIC, a afluência às bilheteiras têm sido quase nenhuma o que não virá confirmar a esperançosa teoria de casa cheia, e que levou a considerar o jogo como um jogo de alto risco e a destacar as medidas de segurança que já mencionámos, talvez também graças ao tempo de chuva que não é muito convidativo.

No entanto, as bilheteiras continuarão abertas e à sua espera!

assim disse Ultra CDX @ 13:32   0 rugidos

Segurança máxima na Luz- 600 agentes


O jogo de hoje entre o Benfica e o Sporting foi considerado pelo Comando Metropolitano de Lisboa de alto risco. Para a subcomissária da PSP, Paula Monteiro, os dados assim o exigem. “Dada a rivalidade existente entre os dois clubes e a previsão de lotação completa do Estádio, o encontro é caracterizado de alto risco.”


As medidas de segurança serão, dessa forma, reforçadas, não só dentro do Estádio da Luz, como nas imediações do recinto e, principalmente, no acompanhamento das claques. Nesse sentido, 600 agentes da ordem estão mobilizados para o embate, sendo canalizados para o policiamento, ordem pública, trânsito, entre outras acções.

Paula Monteiro referiu que haverá situações que merecerão especial atenção, como o estacionamento irregular, carteiristas e furtos de automóveis. Já dentro do estádio, os agentes tentarão evitar a entrada de objectos “considerados proibidos”.

À semelhança de outros jogos de alto risco, será dada também especial atenção às claques. As do Sporting – são esperados 1.400 adeptos –, serão acompanhados por agentes da ordem, incluindo a própria subcomissária, desde Alvalade, o ponto de encontro, até à Luz através de uma caixa de segurança .

assim disse Ultra CDX @ 13:00   0 rugidos

De regresso

Liedson vai regressar à equipa titular, afinal o "liedson resolve!" Hehe =)


Paulo Bento reconhece que é um reforço importante. "É um facto que pela importância e influência e pelo rendimento que tem tido ao longo dos anos e, em especial, pela influência que tem na equipa, não só pelo rendimento ofensivo mas também na fase defensiva, é um jogador importante, que está bem e moralizado", afirmou o treinador que ainda assim não esquece a parte colectiva: "Os bons jogadores fazem sempre mossa, mas enquanto equipa queremos ser superiores e, dentro dessa organização colectiva, queremos que essas individualidades possam sobressair para poder resolver nalgum momento
."

assim disse Ultra CDX @ 12:55   0 rugidos

Para já quatro modificações

O voto de confiança a Stojkovic e a aposta em Vukcevic e Yannick Djaló são os aspectos mais relevantes do onze a apresentar por Paulo Bento no dérbi de hoje, no Estádio da Luz. Sem Izmailov, mas com Liedson, o treinador do clube de Alvalade vai proceder a quatro alterações relativamente à equipa que na quarta-feira venceu o V. Guimarães, na cidade berço, após a marcação de grandes penalidades.

De acordo com o preconizado por Bento, saem do onze Tiago, Paredes, Pereirinha e Izmailov, os dois últimos por lesão, que dão lugar a Stojkovic, Abel, Ronny e Liedson, poupado no jogo da Taça de Liga.

O sector que registará mais alterações será precisamente a defesa. Apesar da excelente exibição diante dos vimaranenses, Tiago será substituído por Stojkovic. Paulo Bento não vai deixar “cair” o sérvio, mas antes tentar reforçar-lhe a confiança, depois do erro que originou o segundo golo do Vitória de Setúbal. Abel e Ronny voltam a ocupar as faixas laterais, completando com Tonel e Polga o sector defensivo.

Veloso muda de posição

No meio-campo, Miguel Veloso, que em Guimarães alinhou como lateral-esquerdo, regressa à posição de médio mais recuado, com Moutinho descaído para a direita e Vukcevic no lado esquerdo. Romagnoli será o playmaker, no apoio directo ao regressado Liedson e a Yannick, que relegará Milan Purovic para o banco de suplentes.

Paulo Bento convocou ainda para o jogo da Luz Tiago, Gladstone, Paredes, Adrien Silva, Farnerud e Celsinho, que ainda aguarda pela estreia de leão ao peito.

Fora das opções da equipa técnica ficaram Rui Patrício e Paulo Renato, bem como Marian Had, à procura do melhor ritmo, Pedro Silva e Derlei, lesionados.

assim disse Ultra CDX @ 12:53   0 rugidos

Números motivadores

É bom ir jogar ao Estádio da Luz, onde não perde há duas épocas - uma vitória e um empate?

É uma estatística. Esse factor, agregado a outro, permitiu, pelo menos nesses dois anos, em termos classificativos, que ficássemos melhores que o nosso adversário de amanhã [hoje]. Amanhã entramos com um ponto a mais, mas ao contrário da temporada passada, neste momento a partida não tem um cariz de decisão, a não ser conquistar os três pontos e acabar o jogo com quatro pontos de avanço do nosso adversário.

Mas é uma estatística motivadora, até porque jogará na casa de um grande rival…

Números bons são sempre motivadores. Nos últimos dois anos não perdemos no Estádio da Luz e marcámos sempre golos. Aliás, no ano em que ganhámos por 3-1, estivemos a perder ao intervalo. Depois, revelámos uma capacidade muito grande para dar a volta ao resultado, num campo e ambiente adverso para nós.

assim disse Ultra CDX @ 12:49   0 rugidos

Paulo Bento em entrevista


Paulo Bento reconhece que vai defrontar uma boa equipa. No entanto, vai ao Estádio da Luz para ganhar. Num jogo sem favoritos, pede paciência e inteligência à equipa.


A equipa está a postos para o dérbi?
Temos algumas baixas, mas em termos de recuperação do jogo com o Guimarães, acredito que estaremos nas melhores condições e prontos para lutar pelo objectivo que é conquistar três pontos, contra um adversário difícil, com qualidade, que tem os mesmos objectivos que nós. O importante é sair com três pontos da Luz.

Vai fazer muitas mexidas face ao que aconteceu em Guimarães?
Faremos algumas alterações. Ainda temos algumas limitações com lesões, mas recuperámos Liedson e iremos fazer aquilo que fazemos sempre. Espero um jogo de domínio repartido e terá de haver consciência de que em alguns momentos teremos dificuldades para dominar, mas um jogo em que não abdicaremos da nossa forma de jogar, quer em termos de sistema quer em termos de modelo, tentando colocá-lo em prática.

Na análise que fez ao Benfica preparando o jogo, sentiu alguma instabilidade no adversário?
Houve algumas alterações com a mudança de comando técnico, mas é uma equipa que defende bem, com qualidade individual, e do meio-campo para a frente com jogadores que podem desequilibrar, inteligentes e com grande maturidade. Mas nós, como grande equipa que somos, vamos jogar para ganhar.

Camacho não assume favoritismo. Concorda, ou está a esconder o jogo?
É um jogo 50/50. Neste tipo de jogos, temos de jogar com inteligência e com paciência, sabendo que nalguns momentos é preciso saber gerir o cansaço, sendo inteligentes com a bola e sem ela.

assim disse Ultra CDX @ 12:48   0 rugidos

Afixada no balneário

A manchete da edição de ontem de Record, na qual Miccoli atribui aos encarnados o favoritismo no dérbi desta noite, está afixada no balneário do Sporting, na Academia de Alcochete. Objectivo: motivar os jogadores a provarem, dentro das quatro linhas, que o avançado italiano, agora ao serviço do Palermo, está enganado. No fundo, espicaçar os jogadores, incutindo-lhes a convicção de que é possível vencer o encontro da Luz.

O método não é novo – ainda recentemente Jesualdo Ferreira o utilizou antes da recepção à equipa de Alvalade – mas, segundo os teorizadores do futebol, pode funcionar como factor de motivação extra antes dos embates mais difíceis. Como outros, que Paulo Bento admitiu, na conferência de imprensa de lançamento do dérbi, utilizar amiúde.

Os números bons são sempre um factor de motivação. Desde que sou treinador, sempre que jogámos na Luz não perdemos e marcámos. Aliás, no jogo em que ganhámos por 3-1, estávamos a perder ao intervalo e mostrámos grande capacidade mental para superar o resultado adverso. Os jogadores que viveram isso devem recordá-lo e passar aos que não estavam cá”, argumentou o técnico do Sporting, acrescentando outro factor de mobilização importante: “Há dois anos que o Sporting não perde na Luz. Esse factor, agregado a outros, permitiu que ficasse melhor classificado do que o adversário, apesar de não ter sido apenas por esses jogos.”
in record online

assim disse Ultra CDX @ 12:40   0 rugidos

Carlsberg Cup

assim disse Ultra CDX @ 12:02   0 rugidos

Carlsberg Cup

O Fátima tem pela frente mais um grande tal como tivera desejado. Para nós o maior, o nosso SPORTING!!!

A primeira mão realiza-se a 20/21 de Outubro e a segunda a 31 de Outubro.


4.ª eliminatória da Carlsberg Cup:

Sporting-Fátima
Portimonense-Beira-Mar
Benfica-V. Setúbal
Penafiel-U.Leiria

assim disse Ultra CDX @ 11:42   0 rugidos

Vitória pouco valorizada

Paulo Bento garantiu que a equipa nunca esteve mal psicologicamente.

De mal, só o empate com o Setúbal e o pouco destaque dado à vitória com o Guimarães, num jogo difícil a contar para a Taça da Liga. "Não se deu valor que deveria ter sido dado à nossa vitória", afirmou o treinador .

assim disse Ultra CDX @ 10:45   0 rugidos
 9.28.2007

Lucro de 14,5 milhões de euros

A Assembleia Geral da SAD do Sporting aprovou hoje, por larga maioria, o relatório e contas do exercício 2006/07, que apresenta um resultado líquido positivo de 14,5 milhões de euros.


O relatório e contas foi aprovado com 168.014 votos a favor e apenas duas abstenções, em representação de 80 por cento do capital da SAD.
Em virtude de não ter surgido qualquer proposta a solicitar a distribuição do lucro, o mesmo transitou para a rubrica contabilística «resultados transitados», exceptuando a verba de 725 mil euros, que será transferida para a rubrica «reserva legal», de acordo com a lei.

De acordo com o vice-presidente da Assembleia Geral da SAD do Sporting, Henrique Torcato, «a venda de activos foi um elemento importante» para a obtenção do lucro de 14,5 milhões de euros, mas o «acesso à Liga dos Campeões e as receitas de bilheteira» também contribuíram com uma fatia significativa.

assim disse Ultra CDX @ 23:45   0 rugidos

Rodrigues Dias faleceu


O antigo treinador do Sporting e campeão nacional 1979/80, Rodrigues Dias, faleceu hoje com 82 anos.

O técnico que foi campeão nacional pelo Sporting em 1979/1980 e venceu a Taça de Portugal em 1977/1978, orientando jogadores como Augusti Inácio, Rui Jordão, Manuel Fernandes e Artur Correia, tendo passado ainda pelo Vitória de Setúbal, Beira-Mar, Sintrense e Varzim.
Na carreira, foi ainda treinador das selecções "AA" e juniores.

assim disse Ultra CDX @ 18:11   0 rugidos

Jogo de 1 contra 1

A arbitragem era questão inevitável na abordagem ao primeiro dérbi oficial da época. E Paulo Bento não fugiu ao tema. Satisfeito com o reconhecimento do erro por parte do árbitro Augusto Duarte, o treinador não deixou de criticar a Comissão de Arbitragem da Liga por não despenalizar Abel. Quanto ao jogo, só espera o Benfica como adversário, revelando-se despreocupado quanto à arbitragem.

O Sporting está preocupado com a arbitragem frente ao Benfica, depois do que aconteceu na Reboleira?
Essas questões têm de perguntar aos árbitros, até porque não sei quando podem falar. Se antes ou depois, ou só numa competição. O que se passa é que nuns lados há a sensação que podem falar após os jogos, noutros já não. Mas só vamos preparados para encarar um adversário e não dois. Agora, se vai mais ou menos influenciado, é um problema do árbitro e não do Sporting.

Depois do que aconteceu com a questão da lei XII, como analisa este pedido de desculpas de Duarte Gomes?

Quanto à lei, ela variou de um jogo para o outro, e só fomos confrontados na Amadora. A mim parece-me normal e bem que ao errarmos, possamos pedir desculpa. Mas é só para a Taça da Liga e não para a Liga? Porque no mesmo estádio fomos prejudicados. Mas, mais do que o penálti há outra situação que não me entra na cabeça. A penalização do Abel. Não entendo que não se despenalize. Se algumas acções que os jogadores fazem dentro do campo e não se vêem, podem ser depois penalizadas, porque não se despenaliza quando se confirma que não há acção negativa? Não entendo.

assim disse Ultra CDX @ 18:05   0 rugidos

Carlsberg Cup

Rogério de Brito antevê uma eliminatória «muito interessante» com o Fátima, equipa responsável pela eliminação de Académica e FC Porto na Carlsberg Cup e que, por isso, merece atenção redobrada do Sporting.

«O Fátima vai proporcionar uma eliminatória muito interessante. Já vimos que é uma equipa que joga bom futebol, capaz de fazer resultados surpreendentes. É um adversário que terá de ser respeitado e nunca subestimado», alertou.

assim disse Ultra CDX @ 17:24   0 rugidos

Convocatória

Izmailov e Bruno Pereirinha são mesmo «baixas» para Paulo Bento tendo em vista o derby deste sábado com o Benfica. Em sentido inverso, o brasileiro Liedson, que tinha sido poupado no jogo frente ao V. Guimarães, está de volta aos convocados para a deslocação ao Estádio da Luz.


Izmailov e Pereirinha apresentaram mazelas após o jogo na «cidade berço», o russo ainda se treinou esta manhã inserido no restante plantel, mas não terá sido dado como apto para defrontar o Benfica.

De resto, Paulo Bento apenas chamou Liedson para compensar as duas saídas da convocatória, reduzida, por isso, a 18 jogadores.

Eis a lista completa:
Guarda-redes: Stojkovic e Tiago;

Defesas: Abel, Gladstone, Polga, Tonel e Ronny;

Médios: Miguel Veloso, Paredes, Adrien Silva, João Moutinho, Farnerud, Vukcevic, Romagnoli e Celsinho;

Avançados: Liedson, Purovic e Yannick
.

assim disse Ultra CDX @ 14:17   0 rugidos

Claques devem ser integradas

O combate à violência no futebol passa pela inclusão dos próprios adeptos, das claques, no debate da questão. A chave para a tolerância zero à violência foi deixada ontem por Steven Powell, director da federação de adeptos de futebol britânicos, orador na conferência internacional sobre o tema, que hoje termina em Lisboa.

Organizado pela Associação das Ligas Europeia de Futebol Profissional (EPFL), o encontro conta com os apoios do governo português e da Liga. Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto, concordou com Steven Powell e recordou a legalização das claques de futebol. “O processo está em vias de ficar concluído e em breve teremos 12 claques legalizadas”, frisou, concluindo que “não se pode avançar usando a repressão e as ameaças”.

Hermínio Loureiro, líder da Liga, sublinhou que este “é o grande debate sobre a questão da violência” e que desta conferência “sairão importantes normas para o futuro”.

No primeiro dia falaram ainda Thomas Weinmann (porta-voz dos representantes das claques da liga alemã), Fernando Sousa (FC Porto), Mário Patrício (Sporting), Paulo Silva (Benfica), Bryan Drew (director da Unidade da Polícia no Futebol britânico) e Frédéric Thiriez (presidente da Liga francesa).

assim disse Ultra CDX @ 02:03   0 rugidos
 9.27.2007

Memórias do passado

Benfica e Sporting atacam hoje o dérbi. Sem descanso, o Benfica treina no Seixal às 10h00, enquanto os leões entram em acção às 11h00 em Alcochete.


DÉRBIS DO PASSADO: 4 'SPECIAL ONES'

Quatro figuras especiais que marcaram a história do dérbi. Do grande Eusébio :( a Isaías pé-de-canhão, passando por Manuel José e Mourinho, que passou na Luz como “cometa” mas ainda goleou os leões.

EUSÉBIO

Damas realizou a melhor exibição de sempre num Benfica-Sporting a 8 Outubro 1972. Defendeu 5 bolas de golo e saiu sob ovação do próprio terceiro anel. O mítico guarda-redes, que fazia 25 anos nessa dia, só foi suplantado por um extraordinário Eusébio, que lhe marcou quatro golos (25’, 34’, 86’, 89’), e ainda acertou uma vez na trave. 4-1 para o Benfica e “o Eusébio é que é bom”, como frisou o treinador inglês Jimmy Hagan no final do jogo. Se era.

MANUEL JOSÉ

Manuel José não ganhou nada em duas passagens pelo Sporting mas ficou ligado a dois dérbis sagrados para o universo leonino. Um deles toda a gente sabe qual é. O outro (anterior) foi a vitória 2-1 na Luz a 13 Abril 1986: significou o “roubo” do título ao Benfica de Mortimore perante 80 mil encarnados a uma jornada do fim - entregue numa bandeja ao Porto de Artur Jorge. Poucos se lembrarão que um mês antes (12 Março), também na Luz, o mesmo Sporting de Manuel José fora eliminado da Taça com um esmagador 5-0.

ISAÍAS ANTI-EMOCIONAL

Benfica-Sporting, 18 Dezembro 1993, 13.ª jornada. O jovem russo Cherbakov acabara de ter o terrível acidente e o Sporting, desvastado, queria dedicar-lhe a vitória. Figo marcou aos 29’ e dedicou-lhe o golo, gritando “Cher-ba! Cher-ba!”. O ucraniano Sergei Yuran tratou de empatar aos 50’ e quando os rivais pareciam conformados com o empate, o pé-de-canhão do (até aí ausente) brasileiro Isaías decidiu o jogo para o Benfica (84’). Era mesmo assim Isaías, capaz de alternar remates e golos monumentais com longos “apagões” e pontapés desastrados.

JOSÉ JÁ ERA ESPECIAL

Mourinho não tinha a fama de hoje quando passou como um cometa pelo Benfica - entrou em Setembro de 2000 e ficou apenas 4 meses, naquele que terá sido o erro histórico mais dificil de digerir pelos encarnados. José já sabia que estava de saída quando liderou o Benfica pela última vez, na Luz, frente ao campeão Sporting (13.ª jornada). Até na escolha da despedida José soube ser especial. "Deu" 3-0 ao nosso Sporting (bis de João Tomás; Van Hooijdonk) e saiu por cima.

assim disse Ultra CDX @ 11:19   0 rugidos

Vitória só cai nos penalties

Tonel regressou à equipa e foi um dos leões que falhou a sua grande penalidade
O Sporting só conseguiu eliminar o V. Guimarães na marcação das grande penalidades (7-6, após o nulo do tempo regulamentar), em partida da terceira ronda da Taça da Liga, mas os vimaranenses continuam sem perder – no tempo regulamentar – desde 28 de Janeiro de 2007 (31 jogos).



Os vimaraneses, que se apresentaram na máxima força, mas foram os leões que aos quatro minutos provocaram arrepios nos cerca de 13 mil adeptos presentes com Yannick Djaló a cabecear à trave da baliza de Nilton.

Paulo Bento, já com o pensamento no jogo da Luz, poupou Liedson (a recuperar numa lesão optou por fazer mudanças pontuais no plantel, ao colocar Pereirinha (direita) e Miguel Veloso (esquerda) nas alas, Carlos Paredes a trinco com o apoio de João Moutinho e com um trio contituido por Izmailov, Romagnoli e Vukcevic no apoio a Yannick Djaló. Romagnoli assumia as despesas da transição do jogo do meio-campo para o ataque.

Embora a posse de bola tenha sido repartida, a verdade é que as principais ocasiões de golo pertenceram ao Sporting que só não chegou ao intervalo em vantagem porque o guarda-redes Nilton apresentou-se intransponível aos 27 minutos, ao travar com êxito um cabeceamento de Izmailov, após uma boa jogada individual de Romagnoli.

Na etapa complementar, Cajuda tirou Flávio Meireles e colocou o goleador Ghilas. Paulo Bento preferiu dar mais profundidade à ala direita e fez entrar Abel para o lugar de Pereirinha.

Os anfitriões ganharam mais poder ofensivo e obrigaram Tiago a aplicar-se a fundo para garantir o nulo. No entanto, os anfitriões ainda reclamaram, sem razão, uma grande penalidade de Tiago sobre Ghilas já no período de compensações.



"TIVEMOS DE SOFRER"

O treinador leonino Paulo Bento não escondeu ontem as dificuldades que a sua equipa sentiu para ultrapassar o V. Guimarães. “Tivemos de sofrer para ganhar e fomos muito humildes em grande parte do jogo. O adversário estava motivado, mas podíamos ter chegado ao intervalo a vencer. O Benfica? ainda não penso nisso...”

Tiago foi a figura do jogo ao defender três grandes penalidades e a marcar uma. “Quero ganhar a taça da Liga e é para isso que treino”, referiu o herói leonino.



FICHA DO JOGO

Local: Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães (13.120 espectadores)

VITÓRIA DE GUIMARÃES: Nilson, Andrezinho, Sereno, Geromel, Luciano Amaral, Flávio Meireles (Ghilas, 53m), João Alves, Fajardo, Desmarets, Alan (Rabiola, 75m) e Miljan (Targino, 63m). Treinador: Manuel Cajuda.

SPORTING: Tiago, Pereirinha (Abel, 59m), Tonel, Anderson Polga, Miguel Veloso, Carlos Paredes, João Moutinho, Romagnoli, Izmailov (Purovic, 70m), Vuckevic (Ronny, 74m) e Yannick Djaló. Treiandor: Paulo Bento.

Marcadores das grandes penalidades: 0-1, Romagnoli; 1-1, Ghilas; 1-2, Anderson Polga; 1-3, João Moutinho; 2-3, por Andrezinho; 3-3, Fajardo; 3-4, Paredes; 4-4, Targino; 4-5, Abel; 5-5, Geromel; 5-6, Yannick Djaló; 6-6, Sereno; 6-7, Tiago.

Acção disciplinar: Cartões amarelos - Paredes (10m) e Ghilas (90m)

Melhor jogador: Tiago

assim disse Ultra CDX @ 10:11   0 rugidos
 9.26.2007

Vit. Guimarães- SPORTING 6-7 g.p. (crónica)

O Sporting foi mais feliz na lotaria das grandes penalidades, uma das principais marcas da 3ª eliminatória da Carlsberg Cup, e segue em frente na novel competição portuguesa, apesar de uma exibição irregular em Guimarães. Envolvida em várias frentes, a formação leonina não conseguiu disfarçar algum cansaço e a natural falta de entrosamento entre as unidades, face à rotatividade seguida à risca de Paulo Bento. Empate a zero no tempo regulamentar, apesar do domínio territorial da equipa da casa, e sorrisos finais dos leões após duas dezenas de castigos máximos (6-7). Marcou o guarda-redes Tiago, falhou o ex-Sporting João Alves, no capítulo mais emocionante de uma noite de quarta-feira que merecia algo mais.

Esperavam-se mudanças nos onzes, mas Manuel Cajuda acabou por denotar ambição extrema ao apostar na sua equipa-base, enquanto Paulo Bento testou outras solução e não ficou com grandes motivos para sorrir. Entre Tiago, Pereirinha, Carlos Paredes, Vukcevic e Yannick Djaló, só o primeiro e o último tiveram oportunidade de brilhar no Estádio D. Afonso Henriques, e ainda assim a espaços.

Seria agradável descrever uma grande propaganda ao futebol, no prato forte da nova competição do calendário futebolístico português, mas não é de todo possível. Nem tentando olhar para os aspectos positivos. Porque, de facto, houve pouco espectáculo dentro das quatro linhas para corresponder às promessas.

Impulsionado pela vitória na última jornada da Liga, pelos registo de trinta jogos sem derrotas, ao longo de quase oito meses, e pela manutenção das principais peças na engrenagem, o Guimarães assumiu o domínio territorial desde o primeiro minuto, mas denotou dificuldades para colocar Tiago à prova. Do outro lado, Paulo Bento baralhou as contas e apresentou Pereirinha e Veloso nas alas, Paredes como trinco e Moutinho a fazer a ligação com o trio formado por Izmailov (direita), Romagnoli (centro) e Vukcevic (esquerda). O argentino foi a principal muleta do jovem Yannick, avançado que fez estremecer a barra da baliza de Nilson.

Sem conseguir desenvolver o seu jogo de forma contínua, e após dois resultados modestos nos últimos jogos (derrota com Man. United na Liga dos Campeões e empate com Setúbal na Liga), o Sporting acabou por criar as melhores oportunidades de golo na etapa inicial. Depois de Yannick Djaló, foi a vez de Izmailov lançar um ataque às redes. No espaço de um minuto, o russo viu Nilson negar-lhe dois projectos credíveis de golo. O futebol entusiasmante dos leões terminava, mais coisa menos coisa, exactamente aí.

Com o arrastar dos ponteiros do relógio, o cansaço foi-se apoderando dos homens de Paulo Bento o que, aliado ao sub rendimento de algumas das apostas do técnico do Sporting, permitiu ao Vitória de Guimarães crescer em direcção à baliza do estreante Tiago. Na segunda metade do encontro, não há registos de oportunidades de golo dos leões. Em sentido contrário, e com pressão contínua, a equipa da casa ia carregando no acelerador, com João Alves a lançar um sério aviso, ao minuto 71.

Manuel Cajuda reforçou a sua aposta no triunfo ao trocar o trinco Flávio Meireles pelo ofensivo Ghilas, ainda antes da primeira hora de jogo. O treinador da equipa minhota, que teve até tempo para uma troca de palavras e gestos com Paulo Bento, viu a sua equipa inclinar o relvado em direcção à baliza adversária, mas a pressão redundou num imenso nada. Tempo ainda para sérios protestos após queda de Ghilas na área do Sporting, em lance com Tiago. Lance que só as imagens televisivas poderão esclarecer. Tal como aconteceu na pré-época, no Torneio de Albufeira, o encontro terminaria com uma igualdade, a obrigar a desempate na marcação das grandes penalidades.

assim disse Ultra CDX @ 23:57   0 rugidos

Liedson ausente do jogo em Guimarães

Liedson será o grande ausente da partida desta noite no Minho, frente ao Vitória de Guimarães, que marca a estreia do Sporting na primeira edição da Taça da Liga de futebol. Um encontro onde os "leões" vão tentar, fora de portas, refazer-se de dois recentes maus resultados em Alvalade, para a Liga dos Campeões e para o campeonato, procurando moralização para o derby de sábado no Estádio da Luz (6.ª jornada).


Paulo Bento repartiu ontem o favoritismo pelas duas equipas e poderá dar a titularidade a Tiago, na baliza leonina, pela primeira vez esta época.

Problemas físicos e a proximidade do confronto com o Benfica afastaram Liedson do jogo de hoje. O avançado brasileiro tem-se debatido com uma mialgia no gémeo interno direito e a principal preocupação do clube leonino é a sua recuperação total para um derby onde os dois gigantes lisboetas estão proibidos de perderem pontos.

Apesar do jogo com as "águias" já dominar grande parte das atenções, Bento procurou ontem reorientar as prioridades dos seus jogadores, durante a conferência de imprensa de antevisão da Taça da Liga. "Vamos em Guimarães apresentar uma equipa que nos permita alcançar o objectivo traçado. Este é o jogo mais importante porque é o próximo e quero concentração absoluta porque é uma competição nova. Temos de ter respeito e apresentar o espírito adequado para encarar esta prova."

Uma das prioridades do técnico dos "leões" será recuperar, antes da deslocação à Luz, os índices de confiança da equipa, após os bem recentes desaires em Alvalade - M. United (0-1) e V. Setúbal (2-2). Mas, por outro lado, não deverá arriscar a deixar sem descanso algumas das principais unidades da equipa, fundamentais frente ao Benfica.

Não exactamente por estes motivos, na baliza poderá estrear-se Tiago no lugar do internacional sérvio Stojkovic, que teve grandes responsabilidades no empate cedido pelo Sporting ao Vitória Setúbal no último domingo. Uma substituição que Paulo Bento, apesar de a admitir como possível, a preferiu atribuir a motivos meramente de "gestão" do plantel.

Carlitos é baixa

Por motivos idênticos aos de Liedson, Carlitos também é baixa no Vitória. O extremo está a recuperar de problemas musculares e perto de um não menos importante derby minhoto, com a recepção ao Sporting de Braga para o campeonato, no domingo, Manuel Cajuda não quis arriscar, optando por poupar o jogador.

De regresso aos convocados está o defesa-central Radanovic, que cumpriu castigo nos últimos dois encontros, ficando de fora dos eleitos Tiago Ronaldo, por opção do ambicioso treinador dos minhotos: "O Guimarães entra para ganhar e é favorito em qualquer jogo, em qualquer situação, em qualquer terreno, de dia, de noite, com chuva, com sol". Cajuda dá alguma vantagem à sua equipa, porque teve mais dias para recuperar (o Vitória jogou sexta-feira). "Sei que não há milagres e, por isso, acho que é uma vantagem para nós", disse, atirando outra bomba: se apostar no plantel, em melhores condições de trabalho e não estiver obcecado com as competições europeias, o Vitória "é capaz de pensar [no futuro] em chegar a um título e claramente ao título de campeão nacional".



Lista de convocados

V. Guimarães

Nilson, Nuno Santos; Andrezinho, Geromel, Sereno, Luciano Amaral, Márcio Martins, Radanovic, Momha; Flávio Meireles, João Alves, Fajardo, Desmarets, Moreno; Alan, Ghilas, Miljan Mrdakovic, Felipe, Targino e Rabiola.

Sporting

Stojkovic, Tiago; Abel, Tonel, Polga, Gladstone, Ronny; Miguel Veloso, Adrien, Paredes, Pereirinha, João Moutinho, Farnerud, Romagnoli, Vukcevic, Izmailov; Purovic, Djaló e Celsinho.

Árbitro: Bruno Paixão, de Setúbal.



Lista de jogos

Estádio do Mar

Leixões-U. Leiria 16h00

Estádio Munic. 25 Abril

Penafiel-Nacional 17h00

Estádio do Portimonense

Portimonense-Belenenses 18h00



Beira-Mar-P. Ferreira 19h00

Estádio do Bonfim

V. Setúbal-Sp. Braga 19h15

Estádio Munic. de Fátima

Fátima-FC Porto 19h15 (SP-TV 2)

Estádio José Gomes

E. Amadora-Benfica 20h30 (SP-TV 1)

Estádio D. Afonso Henriques

V. Guimarães-Sporting 20h45 (RTP 1)

assim disse Ultra CDX @ 16:21   0 rugidos

"Saber sofrer foi fundamental"

Paulo Bento já tinha dito que se o Sporting quisesse seguir em frente na Taça da Liga, tinha de revelar em Guimarães outras virtudes além da qualidade das suas individualidades e do colectivo. E o facto de os leões terem conseguido vencer o encontro passou precisamente por aí...

«Foi necessário sofrer, especialmente na parte final do jogo», afirmou Paulo Bento, que na análise aos 90 minutos reconheceu que a sua equipa passou por algumas dificuldades: «Na primeira parte fomos melhores, mesmo não fazendo uso da nossa forma habitual de jogar, quer no sistema, quer na estratégia. E as coisas saíram como queríamos durante 45 minutos. E poderíamos ter chegado ao intervalo em vantagem.»

O técnico prosseguiu a sua análise: «A segunda parte foi mais equilibrada e na parte final notou-se que o Vitória, equipa com qualidade, estava mais fresco e empurrou-nos para a nossa área. Aí surgiu a nossa capacidade de sofrimento e o nosso espírito de equipa. Merecíamos ganhar nos 90 minutos, mas aconteceu nos penalties.»

E a rematar: «Sabemos que com sofrimento, querer e determinação podemos alcançar algo que só com qualidade não conseguimos.»

assim disse Ultra CDX @ 15:55   0 rugidos
 9.25.2007

Bilhetes para o derby

Os bilhetes para o derby estão à venda a partir de hoje no Ticket Office do Estádio de Alvalade.
Os lamps enviaram 2109 bilhetes, sendo que 1403 bilhetes serão direccionados para as claques e os restantes 703 vendidos no Ticket Office ao publico geral.
Os bilhetes têm o preço único de 35€.

assim disse Ultra CDX @ 14:10   0 rugidos
 9.24.2007

Carlsberg Cup

O Vitória de Guimarães e o Sporting Clube de Portugal disputam quarta-feira, no Estádio Afonso Henriques, o jogo da terceira eliminatória da Taça da Liga. Esta é a primeira vez que os ‘grandes’ do futebol português estão incluídos.


É esperada uma enchente no reduto do Guimarães, face à perspectiva de um desafio emotivo entre as duas equipas com estados de espírito e trajectórias diferentes.

Já o Benfica irá medir forças na visita ao Estrela da Amadora, no Estádio José Gomes, sofrendo da pressão dos últimos resultados: derrota por 2-1 frente ao Milan e o empate a zero no passado domingo, frente ao Sp. Braga, equipa treinada pelo ex-portista Jorge Costa.

O campeão nacional em título, o FC Porto, que está a realizar o melhor arranque dos últimos 10 anos, com cinco vitórias em outros tantos desafios, visita o CD Fátima, equipa marcada pela sua estreia na Liga de Honra esta época, encontrando-se a meio da tabela.


O programa da terceira eliminatória é o seguinte:

Beira-Mar (LH) - Paços de Ferreira (19h00)

Vitória de Setúbal - Sporting de Braga (19h15)

Leixões - União de Leiria (16h00)

Penafiel (LH) - Nacional da Madeira (17h00)

Portimonense (LH) - Belenenses (18h00)

CD Fátima (LH) - FC Porto, (19h15 - SportTV2)

Estrela da Amadora - Benfica (20:30 - SportTV1)

Vitória de Guimarães - Sporting (20:45 - RTP1)

assim disse Ultra CDX @ 14:27   0 rugidos
 9.21.2007

Fartos da relva

Apesar dos visíveis remendos, a recepção ao Manchester United voltou a ser prejudicada pelo relvado. O pedido de soluções rápidas é cada vez mais urgente, até porque a integridade física dos atletas está em risco: com os campeões ingleses, Miguel Veloso chegou a enterrar o pé no tapete num simples passe no meio-campo defensivo.

De equipa técnica – Paulo Bento assume que o piso prejudica o jogo ofensivo dos leões – aos jogadores – Yannick verbalizou o descontentamento geral de muitos elementos verde e brancos – o sentimento de preocupação é generalizado, havendo esperança que em Outubro a situação melhore.

Razões

O mau estado do relvado de Alvalade tem uma justificação: o substrato. A camada de terra e areia colocada sob o tapete é de má qualidade e não permite um enraizamento pleno. Numa imagem, pode dizer-se que a raiz, ao ultrapassar essa camada, em vez de fixar-se em terrenos mais profundos, volta para cima, deixando o relvado apenas assente, e não fixo, no solo.

As responsabilidades estão por apurar. A Camposol, fornecedor da relva tem um álibi: na semana em que entregou os rolos de relvado em Alvalade, procedeu da mesma forma na Luz. Ou seja, os dois relvados têm a mesma idade. O da Luz dá para jogar futebol. O de Alvalade não.

A S. I. S., empresa inglesa responsável pela aplicação dos três últimos tapetes, ainda não se pronunciou, apesar das tentativas de Record .

Alguns especialistas ontem contactados, admitem que, apesar de não conhecerem o caso de Alvalade em concreto, tudo aponta para uma solução radical. Levantar o actual relvado, substituir a camada de substrato – indo mais fundo do que na anterior substituição – e instalar um novo tapete verde.

assim disse Ultra CDX @ 11:40   0 rugidos

Mais um milionário

Uma longa maratona negocial de 7 horas para acertar a rescisão amigável de contrato converteu ontem José Mourinho num homem milionário. Com a saída do Chelsea, o técnico português embolsou cerca de 30 milhões de euros verba correspondente aos salários que teria que receber até 2010 mais prémios.

Até na indemnização a receber, Mourinho conseguiu ser “especial” já que se trata de um recorde a nível mundial, Para dar uma ideia, refira-se que Fabio Capello recebeu 1,5 milhões de euros por ter saído do Real Madrid no final da última temporada. O Chelsea exigiu ainda uma cláusula no acordo que impedirá Mourinho de treinar em Inglaterra nos próximos tempos.

Farto de ter campo minado

Nos últimos tempos, as relações entre José Mourinho e Roman Abramovich foram ficando cada vez mais tensas ao ponto de mal dirigirem a palavra um ao outro. Iam longe os tempos em que os dois se reuniam frequentemente para decidir tudo o que dizia respeito à organização do Chelsea.

As entradas de Frank Arnensen e Avram Grant retiraram poder ao técnico e fragilizaram a sua posição. Nos últimos meses, Mourinho viu-se forçado a engolir vários “sapos”, inclusive a contratação de alguns jogadores que o técnico português entendia não serem os necessários em Stamford Bridge. Aos poucos, Mourinho apercebeu-se que tinha cada vez mais o “campo minado” e que os seus inimigos eram também agora a nível interno.

Plantel chora

A saída de José Mourinho apanhou os jogadores do Chelsea de surpresa. Eram conhecidas as relações tensas entre treinador e dirigentes, mas a rescisão do Special One levou mesmo a que alguns jogadores chorassem a sua saída.

Durante o dia de ontem, Mourinho recebeu várias mensagens de apoio de atletas do plantel dos blues e Ricardo Carvalho foi propositadamente a Stamford Bridge para dar um abraço ao técnico que o levou para Londres.

assim disse Ultra CDX @ 11:26   0 rugidos
 9.20.2007

Scolari vai recorrer da sanção

Seleccionador nacional considera excessiva a suspensão por 4 jogos

O seleccionador nacional, Luís Filipe Scolari, anunciou, hoje, em comunicado, que vai recorrer da sentença da UEFA por causa do seu comportamento no jogo Portugal-Sérvia. Scolari agradeceu, ainda, o apoio dos portugueses. O presidente da FPF, Gilberto Madaíl, disse que também considera a pena excessiva mas que a decisão da Federação só será tomada após uma reunião de emergência na próxima segunda-feira.

"Felipão" considera muito injusto não poder acompanhar, no banco, os quatro jogos de qualificação para o Europeu 2008, sobretudo quando comparada com a medida aplicada ao sérvio Dragutinovic. "Apesar de trer reconhecido com frontalidade e sinceridade o meu eurro, penso que a sanção é excessiva. O atleta que originou toda esta situação foi penalizado com dois jogos", disse o seleccionador.

O recurso por parte de Scolari vai ser apresentado "assim que a federação receber os fundamentos da mesma", acrescentou. O selecionador aproveitou, ainda, para agradecer as "muitas, muitas mensagens" que tem recebido dos portugueses. Disse que esse gesto lhe permite "sentir que faço parte deste grupo e dos objectivos de todos portugueses".

Logo de seguida, interveio o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madaíl, que antecedeu a leitura do seu comunicado com uma pequena explicação. Madaíl pediu compreensão para o facto de não poder dar respostas definitivas sobre o caso: "compreendam que eu não sou a federação, pertenço a um colectivo de nove elementos e há decisões estratégicas e importantes que têm de ser tomadoas em sede colectiva".

Tal decisão será tomada numa reunião de emergência da FPF, na próxima segunda-feira, às 15h00. Madaíl disse que os fundamentos da decisão da UEFA devem chegar às mãos da direcção entre amanhã e segunda-feira.

"A decisão de quatro jogos é uma pesada sanção para a selecção nacional que disputa o apuramento para o euro 2008", disse o presidente da Federação. "Qualquer pessoa de boa fé não pode comparar a acção, talvez irreflectida, de um seleccionador com a acção de um jovem que tirou um cartão vermelho da mão de um árbitro", acrescentou, aludindo à comparação que tem sido feita entre este caso e o chamado caso Zequinha, jogador da selecção sub-20.

Madaíl afirmou que é preciso "manter o sangue frio" e que conversou com Scolari - "que não é um funcionário qualquer" - durante duas horas sobre a medida. "Scolari tem sido também uma bandeira de Portugal", disse.

Na sua decisão, a UEFA diz ter levado em linha de conta o passado desportivo de Luiz Felipe Scolari no castigo que aplicou. O seleccionador não pode estar no banco durante os jogos, embora a medida não o impeça de orientar os treinos que antecedem os decisivos compromissos de Portugal.

Scolari já estará em condições de trabalhar sem qualquer limitação durante a fase final do Campeonato da Europa que decorrerá na Áustria e na Suíça.

assim disse Ultra CDX @ 17:23   0 rugidos

SPORTING- Manchester: O vídeo

assim disse Ultra CDX @ 15:26   0 rugidos

Ingleses fazem história com golo português

O Sporting sofreu ontem a primeira derrota do seu historial, em Alvalade, com formações inglesas, em jogos a contar para as competições europeias de clubes.

Curiosamente, o Manchester United, que quebrou o enguiço com um golo português, apontado por Cristiano Ronaldo, foi quem deu início a esta relação de 43 anos e meio. A 18 de Março de 1964, na campanha que havia de terminar com a vitória na Taça das Taças, o Sporting fez história ao vencer o United por 5-0, depois de ter perdido em Old Trafford por 1-4.

Pelo meio, os leões receberam seis visitas de equipas inglesas: Newcastle em 1968/69 (1-1) e em 2004/05 (4-1); Arsenal em 1969/70 (0-0); Sunderland em 1973/74 (2-0); Southampton (em 1981/82 (0-0); Middlesbrough em 2004/05 (1-0).

Nunca tinham sofrido uma derrota. Na contabilidade geral registam-se quatro vitórias, três empates e uma derrota, com 13 golos apontados – Osvaldo Silva (3), Morais (2), Yazalde, Fraguito, Pedro Barbosa, Niculae, Sá Pinto, Beto e Rochemback – e apenas três sofridos.

assim disse Ultra CDX @ 15:13   0 rugidos

Carlsberg Cup: Exibições na tv

A 3.ª eliminatória da Taça da Liga, que estreia no próximo dia 26 a presença dos principais clubes nacionais, vai ter transmissão televisiva em directo dos jogos do Sporting, dos tripeiros e dos lampiões.


O Fátima-FC Porto (19.15) na Sport TV2; o E. Amadora-Benfica (20.30) na Sport TV1; e o V. Guimarães-Sporting (20.45) na RTP1. Os restantes jogos da 3.ª ronda disputam-se às 18 horas.

assim disse Ultra CDX @ 15:08   0 rugidos

Carlsberg Cup ou como para muitos, a Taça da Liga

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional divulgou os horários definitivos da 3.ª eliminatória da Taça da Liga, agendada para o próximo dia 26.


A ronda arranca com o Leixões-União de Leiria, às 16 horas, e encerra com o Vitória de Guimarães-Sporting, às 20.45. Os tripeiros visitam o Fátima às 19.15, enquanto os lampiões começam a jogar na Amadora ante o Estrela às 20.30.


Programa completo:
Leixões-União de Leiria (16 horas)
Penafiel-Nacional (17 horas)
Portimonense-Belenenses (18 horas)
Beira-Mar-Paços de Ferreira (19 horas)
Vitória de Setúbal-Sporting de Braga (19.15)
Fátima- tripeiros (19.15, SportTv2)
Estrela da Amadora-lampiões (20.30, SportTv1)
Vitória de Guimarães-Sporting (20.45, RTP1).

assim disse Ultra CDX @ 15:02   0 rugidos

Como é vista a saída de Mourinho pela imprensa

Como seria de esperar, os jornais de Inglaterra comentam hoje, através das suas edições electrónicas, a saída de José Mourinho do comando técnico do Chelsea, procurando informar os motivos da rotura e «sugerindo» alguns dos possíveis sucessores do português.


O Times publica que José Mourinho saiu «dramaticamente» do Chelsea, depois de um derradeiro confronto com Abramovich, embora destaque que as últimas informações sugeriam que o técnico foi despedido e não se demitiu.

Segundo o jornal, Jorge Mendes, o empresário de Mourinho, deverá estar hoje em Londres para negociar a rescisão do contrato, o qual, acrescenta, envolve uma soma avultada, uma vez que o contrato de Mourinho só ia expirar em 2010.

Por sua vez, no Daily Mail lê-se que «José Mourinho chocou o mundo do desporto ao enviar mensagens para os telemóveis de alguns dos seus jogadores anunciando a saída do clube».

O mesmo jornal manifesta a sua incredibilidade ao anunciar que o dono do Chelsea está a pensar no espanhol Juande Ramos, «o técnico que dirigiu o Sevilha na derrota de 3-0 com o Arsenal», para substituir Mourinho.

O Guardian escreve que «de forma espantosa» José Mourinho «pôs termo ao seu reino de três anos no Chelsea», uma demissão que «constituiu um gigantesco desapontamento para os jogadores» e que «irá chocar os adeptos do clube».

Para o Daily Telegraph «Mourinho demitiu-se depois de mais uma discussão com Abramovich, a quem acusava de interferência nos assuntos da equipa». O jornal lembra que um dos motivos do crescente descontentamento de Mourinho era a contratação de Andrei Shevchenko, um jogador admirado pelo dono do clube, que o queria pôr a jogar.

assim disse Ultra CDX @ 14:41   0 rugidos

Imagens para mais tarde recordar...

assim disse Ultra CDX @ 14:25   0 rugidos

Não será pêra doce!!!

Scolari impedido de comunicar com a equipa

Uma nota publicada no site da UEFA explica que Luiz Felipe não poderá antes e durante os jogos comunicar com a equipa e aceder ao relvado, balneários, zona técnica e túnel de acesso do recinto onde se realiza o encontro.

O castigo imposto hoje pela UEFA (4 jogos e multa de 12.120 euros) não impede o seleccionador nacional de fazer as convocatórias e orientar o trabalho habitual antes da cada partida.

assim disse Ultra CDX @ 14:19   0 rugidos

Scolari e Madail reunem-se

Gilberto Madail e Luiz Felipe Scolari estão reunidos na sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em Lisboa, para «analisar e enquadrar» a suspensão de quatro jogos hoje aplicada pela UEFA ao seleccionador Nacional.


Em comunicado, a FPF informa já ter recebido «a decisão da UEFA relativamente aos factos ocorridos após o Portugal-Sérvia», mas acrescenta que «que ainda desconhece os fundamentos da mesma».

O organismo que rege o futebol português lembra também que Scolari «ainda pode recorrer» do castigo, que contempla ainda o pagamento de 12 mil euros de multa.

No final do encontro entre Madail e Scolari deverá conhecer-se a posição das partes relativamente à decisão da UEFA.

assim disse Ultra CDX @ 14:08   0 rugidos

E já se sabe o veredicto

Scolari não vai estar no banco da Selecção Nacional em mais qualquer jogo da fase de qualificação do Euro'2008. O seleccionador nacional foi suspenso pela UEFA por 4 jogos e obrigado ao pagamento de 12.120 euros.


A pena para o Dragutinovic foi mais leve: o sérvio fica de fora dois encontros.

Scolari tem três dias para recorrer da decisão após receber a notificação da UEFA. Se optar por esta via poderá então ser ouvido pela Comissão de Controlo e Disciplina da UEFA.

Portugal tem deslocações ao Azerbaijão e Cazaquistão (13 e 17 de Outubro) e recebe a Arménia e Finlândia (17 e 21 de Novembro).

assim disse Ultra CDX @ 14:03   0 rugidos

O sucessor


Avram Grant e Steve Clarke «são a partir de hoje os novos treinadores do Chelsea sucedendo a José Mourinho», acaba de indicar o clube de Londres através de um breve comunicado sem referir se se trata de uma medida provisória ou de longo termo.


Um porta-voz do clube disse que «neste momento estamos a preparar uma conferência de imprensa para mais tarde», sem dar mais detalhes.

José Mourinho esteve esta manhã no Centro de Treinos do Chelsea despedindo-se dos jogadores.

É, para já, desconhecido o futuro dos elementos que trabalhavam com Mourinho, os portugueses Silvino Louro, Rui Faria e André Villas-Boas e o brasileiro Baltemar Brito, cujo futuro é ainda desconhecido. Admite-se, porém, que também eles deixem o Chelsea.

Avram Grant, israelita de 51 anos, amigo do proprietário do clube, Roman Abramovich, treinou anteriormente duas equipas do seu país, o Maccabi Telavive e Maccabi Haifa, além de ter sido seleccionador nacional de Israel durante vários anos.

assim disse Ultra CDX @ 12:41   0 rugidos

Saída de Mourinho oficializada

Em lacónico comunicado emitido no site oficial do clube, é referido que Chelsea e José Mourinho chegaram a acordo para a rescisão amigável do contrato que ligava ambos. Chega assim ao fim, de forma oficial, a actividade do técnico português no clube do milionário Roman Abramovich.


«Chelsea Football Club e José Mourinho aceitaram separar-se por mútuo consentimento», é o curto comunicado que pode serlido na página da Internet do clube londrino.

De acordo com o Daily Telegraph, o técnico enviou mensagens aos futebolistas John Terry, Frank Lampard e Didier Drogba desejando-lhes felicidades para o resto das respectivas carreiras e anunciando que se preparava para abandonar o clube da capital. Também a BBC referiu que Mourinho escreveu a Terry.

Mourinho, de 44 anos, dirigia o Chelsea desde a época 2004/05 e logo na estreia levou o clube londrino à conquista do título inglês que lhe escapava há 50 anos, revalidando o troféu na temporada seguinte, mas na última época perdeu o ceptro para o rival Manchester United.

O empate de terça-feira, em casa, ante o Rosenborg (1-1), para a Liga dos Campeões, terá sido decisivo para a atitude tomada por Abramovich, sabendo-se que a conquista do título europeu constitui a maior ambição do russo.

É público, aliás, que Mourinho entrou em rota de colisão com Roman Abramovich, a partir do momento em que o russo passou a interferir na aquisição de certos jogadores.

À frente do Chelsea, além dos dois títulos de campeão inglês, Mourinho conquistou ainda uma Taça de Inglaterra (2006/07), duas Taças da Liga (2004/05 e 2006/07) e uma Supertaça do país (2005).

assim disse Ultra CDX @ 11:36   0 rugidos

Mourinho de saída

Mourinho está de saída do Chelsea. O empate diante do Rosenborg na passada terça-feira, no arranque da Liga dos Campeões, apressou a decisão, que já terá sido comunicada pelo técnico português a alguns dos jogadores do plantel dos «blues».


Fonte em Inglaterra confirmou a A BOLA que os restantes membros da equipa técnica que colaboraram com José Mourinho ao longo de três épocas em Stamford Bridge também acompanham agora o técnico português, nomeadamente Baltemar Brito, Silvino Louro, Rui Faria e André Vilas-Boas.

Depois de ter causado grande impacto na chegada a Inglaterra, com a conquista de dois campeonatos consecutivos, José Mourinho começou na época transacta a passar por período menos positivo, acentuado por divergências com o dono do clube, o milionário russo Roman Abramovich.

Os resultados neste início de época na Premier League (três vitórias, dois empates e uma derrota) fragilizaram ainda mais a posição do «special one», pelo que o empate cedido em «casa» diante do Rosenborg (1-1) na passada terça-feira apenas serviu para precipitar a saída do técnico português. Para que tal se torne oficial falta apenas acertar os termos da rescisão de contrato, algo que deverá acontecer esta quinta-feira.

assim disse Ultra CDX @ 02:22   0 rugidos

O nosso álbum de recordações

assim disse Ultra CDX @ 01:41   0 rugidos

Liedson e o balanço do jogo

O avançado do Sporting apontou Van der Saar como o grande culpado da derrota de hoje frente ao Manchester United: "Fez duas grandes defesas que nos impediu de ter um resultado diferente".


"Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil pela qualidade do adversário, mas a equipa está de parabéns, lutámos até ao final", realçou.

"Perder pontos em casa é complicado, mas há mais cinco jogos pela frente. Vamos fazer as contas no final", finalizou.

assim disse Ultra CDX @ 00:33   0 rugidos

"Tomámos sempre conta jogo"

À imagem do treinador Paulo Bento, Miguel Veloso também lamentou o resultado final, principalmente tendo em conta o que a equipa fez: "Tomámos sempre conta do jogo. Tentámos fazer o nosso jogo, mas infelizmente não conseguimos marcar".


"O objectivo do Sporting é passar à fase seguinte. O que interessa não é como começa, mas sim como acaba", acrescentou.

Relativamente ao reencontro com Nani, Veloso afirmou que "gostei muito de o voltar a ver. É um amigo e desejo-lhe as melhores felicidades".

assim disse Ultra CDX @ 00:28   0 rugidos


A AS Roma venceu o Dínamo Kiev por 2-0 e assumiu o comando do grupo F, juntamente com o Manchester United.

A equipa italiana foi mais forte que o Dínamo e marcou por intermédio de Perrota (9') e Totti (70').

assim disse Ultra CDX @ 00:26   0 rugidos

"Não é um resultado justo"

O treinador do Sporting Paulo Bento lamentou o resultado negativo, acreditando que a equipa merecia mais: "Não considero o resultado justo, acho que merecíamos pelo menos o empate".

"O Manchester concretizou a primeira grande situação que criou. Não me parece que tenha havido grande justiça, mas no futebol a eficácia é determinante, ainda mais na Liga dos Campeões", afirmou.

Relativamente à exibição da equipa, Paulo Bento referiu que o Sporting teve "o domínio e o controle de jogo na primeira parte. As melhores situações foram nossas e fizemos as coisas como tínhamos planeado".

O técnico lamentou que o adversário tenha alcançado o golo num "momento de desconcentração". "Perdemos a bola no meio-campo do Manchester e tivemos dificuldade em reorganizar e acabámos por deixar o Ronaldo surgir num espaço que tínhamos de impedir".

Relativamente à recepção que os adeptos tiveram a Cristiano Ronaldo e Nani, Paulo Bento afirmou que foi "uma questão de agradecimento, de empatia".

assim disse Ultra CDX @ 00:22   0 rugidos

Tonel "Fizemos tudo o que podíamos"

O defesa do Sporting Tonel afirmou que a equipa deu tudo para conseguir um resultado melhor: "Fizemos tudo o que podíamos, mas não fomos felizes. O golo sofrido foi um momento de desequilíbrio na nossa equipa".

"Continuámos a jogar, arriscámos tudo e tive uma oportunidade, mas o Van der Sar fez uma grande defesa", acrescentou o defesa.

"Há mais cinco jogos para disputar e saímos daqui de consciência tranquila. Não tivemos a felicidade do nosso lado e o Manchester foi uma equipa matreira e adulta", concluiu.

assim disse Ultra CDX @ 00:20   0 rugidos
 9.19.2007

Estamos de parabéns!!!


Carlos Queirós, técnico adjunto do Manchester United, considerou justa a vitória da sua equipa, mas enalteceu a exibição do Sporting e em particular a atitude dos adeptos leoninos, que não pouparam aplausos a Cristiano Ronaldo e Nani.


«Se considerarmos as duas grandes defesas de Van der Sar, dois bons momentos do Sporting, fica um bocadinho a sensação de que o resultado talvez não seja justo. Mas também tenho a sensação de que o Manchester United, no cômputo geral e principalmente depois da primeira parte, na qual o nosso objectivo foi frustrar o jogo de ataque do Sporting, a partir do momento em que começámos a alargar o nosso jogo começámos a dominar, a chegar mais vezes à baliza contrária e a criar mais oportunidades. Talvez não tivéssemos outra situação tão clara como aquela que o Sporting criou, mas tivemos muitas oportunidades na parte final», comentou Carlos Queirós.

E acrescentou: «Confesso que depois de ver Van der Sar fazer aquelas defesas possa ficar algum sabor amargo, porque na realidade o Sporting também fez uma grande partida. Foi um grande jogo de futebol, com as equipas um pouco prejudicadas pelo mau estado do relvado, mas a haver um vencedor, só podia ser o Manchester.»

Carlos Queirós viu assim o golo de Cristiano Ronaldo e a reacção dos adeptos leoninos: «Aquilo que aconteceu só prestigia a grandeza e a história do Sporting. Tal como eu tinha dito, os adeptos também queriam ver uma prestação digna e profissional dos seus ex-profissionais. Embora doloroso, penso que todos se sentem orgulhosos por dois ex-jogadores do Sporting terem feito duas grandes exibições. Cristiano Ronaldo na segunda parte e Nani, de uma forma equilibrada, durante os 90 minutos. Quero dar os parabéns aos adeptos do Sporting.»

assim disse Ultra CDX @ 23:56   0 rugidos

Crónica do jogo

O Sporting caiu em Alvalade com uma cabeçada de Cristiano Ronaldo, no golo mais silencioso da noite europeia. O extremo juntou as mãos em jeito de pedido de desculpa, depois de se ter constituído como o principal arquitecto de uma vitória cínica do Manchester United. A equipa de Paulo Bento bateu-se de forma digna, mas nunca conseguiu materializar o domínio que teve na maior parte do jogo, com destaque para a exibição de Miguel Veloso no centro do terreno.

O Sporting entrou a jogar de peito feito, autoritário, como Paulo Bento tinha pedido, tirando proveito do muito espaço que o Manchester United ofereceu nos primeiros minutos. Com Cristiano Ronaldo e Nani bem abertos nas alas, Carrick demasiado recuado, Scholes e Giggs, apesar dos muitos anos de experiência, não conseguiam travar o futebol curto dos leões, com o losango a impor-se na zona central do relvado. Um tiro de Romagnoli, um «nó» de Moutinho sobre Scholes e um novo remate de Izmailov entusiasmaram as bancadas. No entanto, o aparentemente domino dos leões não se reflectia em reais oportunidades de golo, uma vez que, lá atrás, a equipa de Old Trafford estava bem organizada e não cedia espaços.

Mas, a verdade, é que Alex Ferguson não estava a gostar do que estava a ver e pediu aos portugueses do Manchester que se afastassem das linhas laterais para ajudar a equipa a recuperar a bola e o jogo tornou-se mais equilibrado. Só à passagem da meia-hora é que se voltou a sentir alguma emoção, primeiro num remate inesperado de Liedson que sofreu um desvio no corpo de Ferdinand e quase traiu Van der Sar que ainda conseguiu desviar a bola com a ponta dos dedos para a grande defesa da noite. Logo a seguir o primeiro calafrio em Alvalade quando Rooney escapou pela zona central e assistiu Nani na esquerda. Valeu Tonel que anulou o remate do antigo companheiro. Uma falha de Polga permitiu mais um arranque de Rooney, desta vez acompanhado por Ronaldo e Giggs. O central brasileiro redimiu-se e recuperou a tempo de anular o cruzamento do galês. Um livre de Ronny e mais um pontapé de longe de Romagnoli, levavam o Sporting para o intervalo com mais posse de bola (53%) e como a equipa mais rematadora, com nove remates contra três do Manchester.

Com a Roma em vantagem sobre o Dínamo Kiev, o nulo de Alvalade interessava pouco às duas equipas e, talvez por isso, o jogo começou mais aberto e com menos cerimónias. Paulo Bento não demorou a trocar Izmailov, em noite de pouco acerto, por Vukcevic, enquanto, no lado do Manchester, Carrick subiu no terreno para se encostar a Miguel Veloso, soltando Scholes para o apoio ao ataque. Uma mudança que criou maiores desequilíbrios e não tardou a traduzir-se em golo. Rooney atraiu a defesa leonina para a esquerda, antes de combinar com Scholes que encontrou Wes Brown totalmente livre no lado contrário. Com tempo para decidir, o lateral cruzou com precisão para a entrada fulgurante de Cristiano Ronaldo que fugiu à marcação de Abel e bateu Stojkovic, em mergulho, de cabeça.

Um golo difícil de digerir. A equipa de Alvalade demorou a reorganizar-se, enquanto Paulo Bento arriscava tudo, abdicando primeiro de Romagnoli para juntar Purovic a Djaló e Liedson e, depois, de Ronny para reequilibrar o meio-campo com Bruno Pereirinha. Os leões passavam a defender com três, ficando Pereirinha e Vukcevic a fechar os flancos. Alex Ferguson, mais satisfeito, limitou-se a refrescar a equipa, trocando Rooney por Saha e Giggs por Anderson. Já com mais coração do que com cabeça, o Sporting investiu com o consentimento das bancadas. Tonel,de cabeça, obrigou Van der Sar a mais uma defesa de grau elevado, com Djaló a falhar na recarga. Neste quadro, Cristiano Ronaldo encontrou finalmente espaço na sua ala e quase que ofereceu o segundo do Manchester a Saha.

Ainda houve tempo para a uma enorme salva de palmas para Cristiano Ronaldo, rendido por Tévez, antes do apito final quando as bancadas ainda rejubilavam com a vontade que a equipa deixou em campo.

assim disse Ultra CDX @ 23:43   0 rugidos

"Reacção espontânea"

O português Cristiano Ronaldo ficou surpreendido com a reacção que teve dos adeptos durante a partida, especialmente depois de ter marcado o golo: "Fiquei muito orgulhoso. Foi um sinal que me deixou bastante feliz".

O avançado comentou ainda o momento do golo: "Foi uma sensação espontânea. Não tem explicação, foi aquilo que se passou. Não festejei, limitei-me a fazer a vénia".

Relativamente ao desenrolar do jogo, Cristiano Ronaldo afirmou que "o Sporting jogou muito bem e mostrou ser bastante forte a jogar em casa". "Na segunda parte conseguimos equilibrar, criar oportunidades e penso que somos uns justos vencedores", acrescentou.

"O Sporting tem todas as condições para passar. Se continuar a jogar assim, vai ganhar os jogos em casa", concluiu

assim disse Ultra CDX @ 23:23   0 rugidos

Nani: "Que passem ambos."

«Um sentimento muito especial» no regresso ao estádio onde saltou para a ribalta, ainda para mais actuando a titular pelo Manchester United. No final, Nani deixou o desejo de ver o Sporting acompanhar a sua equipa na qualificação para a fase seguinte da Liga dos Campeões.


«Que passem o Manchester United em primeiro e o Sporting em segundo. Se continuarem a jogar como hoje, penso que será assim que vai acontecer», afirmou Nani, já depois de reconhecer «um sentimento muito especial» neste regresso a Alvalade.

«Foi muito bom voltar. Quando soube que ia ser titular senti um pouco de ansiedade, como qualquer jogador que regressa para defrontar a sua primeira equipa. Sabia que quando eu e o Cristiano Ronaldo entrássemos em campo pela primeira vez seríamos aplaudidos, mas também sabia que com o decorrer do jogo poderíamos vir a ser assobiados. É normal, o futebol é assim», rematou.

assim disse Ultra CDX @ 23:17   0 rugidos

Uma aventura dos cinco in o jogo online

"Está a passar um ciclone por Lisboa!" - assim bradava aos microfones um atónito enviado especial da BBC ao velho José Alvalade na mágica noite de 18 de Março de 1964. O melhor Sporting europeu de sempre pulverizava o superfavorito Manchester United nos quartos-de-final da extinta Taça dos Vencedores de Taças, que acabaria por levantar. A goleada por 5-0 anulou os 4-1 sofridos em Inglaterra na primeira mão. Antes do primeiro reencontro oficial das duas equipas, agora na Liga dos Campeões, O JOGO juntou, em Alvalade, Fernando Mendes, Hilário e Carvalho, três dos heróis desse episódio épico.

Fernando Mendes inicia a recordação: "Essa equipa do Manchester United que, quatro anos depois, seria campeã europeia era a reconstrução da formação dos 'Busby Babies', após o acidente em Munique, em 1958. Os 4-1 da primeira mão em Inglaterra foram uma 'mentira' e não revelaram a diferença entre as equipas." No regresso a Portugal, um estímulo surgiu desde logo, segundo o antigo capitão: "Na viagem de retorno, ilustres do Sporting instituíram um prémio de 40 mil escudos para cada jogador, caso passássemos a eliminatória. Era uma fortuna."

Em Alvalade, os leões devoraram os diabos de Manchester, mas o início até foi de arrepiar. Carvalho tem a palavra: "Entrámos concentrados, mas logo a abrir o Denis Law atirou uma bola à trave da baliza norte do velho estádio, e depois o Hilário tirou a bola sobre a linha de golo. A partir dali, fizemos quase tudo perfeito, não falhámos passes, marcámos golos nas alturas certas e fomos acreditando. Os ingleses só olhavam uns para os outros." Fernando Mendes lembrou a sobranceria dos "red devils" como factor decisivo, mas desmistificou: "Eles pensaram que estava ganho, mas não foram à praia, como se disse. Isto foi em Março, e não estava tempo para lá ir. O jogo foi um acumular de situações positivas. Aquele grande prémio é que nunca apareceu."

Hilário remata: "Fomos prejudicados pelo árbitro em Manchester, pois dois dos golos foram de penálti. Ninguém acreditava que poderíamos dar a volta, mas provámos que até os sonhos mais loucos se tornam realidade."

assim disse Ultra CDX @ 00:37   0 rugidos

Vidic elogia

Vidic garante que o Manchester United quer iniciar a Liga dos Campeões com um triunfo. O defesa sérvio, autor do único golo dos "red devils" no embate com o Everton, na última jornada da Premiership, não poupa elogios à competência técnica do Sporting, sublinhando a capacidade dos seus jogadores para segurarem a bola. Contudo, independentemente dessa realidade, garantiu que vencer na estreia seria positivo para os "diabos". "Será importante começar a vencer neste primeiro jogo da Liga dos Campeões. Temos consciência de que o Sporting será um adversário complicado, mas vamos defrontá-lo com o intuito de conseguir um bom resultado. Sabemos que iremos defrontar uma equipa tecnicamente muito evoluída, que sabe manter muito bem a bola. Claro que isso cria dificuldades, mas queremos começar esta competição com uma vitória", assegurou o colega de Nani e Cristiano Ronaldo em entrevista exclusiva ao sítio oficial do clube.

assim disse Ultra CDX @ 00:29   0 rugidos

14,48 milhões de lucro

A Sporting, SAD divulgou ontem o Relatório e Contas relativo ao exercício compreendido entre 30 de Junho de 2006 e 30 de Junho de 2007, na qual a empresa gestora do futebol dos leões apresentou resultados operacionais positivos de 17,454 milhões de euros (em contraponto aos 3,375 milhões do exercício anterior), conseguindo um "cash-flow" de 26,316 milhões e um resultado líquido favorável de 14,480 milhões de euros (quando o lucro se saldara em 313 mil euros em 2006). A participação na Liga dos Campeões, a par transferência de Nani para o Manchester United, que superou em 5,5 milhões os 20 milhões de cláusula de rescisão suplantaram o acréscimo no custos com pessoal decorrentes das revisões contratuais procedidas (nomeadamente, Polga, Liedson e Moutinho).

A Sporting, SAD declarou ainda o investimento de 9,3 milhões no plantel agora avaliado em 23, 7 milhões.

assim disse Ultra CDX @ 00:28   0 rugidos

Lições privadas a Miguel Veloso


Num treino que durou pouco mais de uma hora e em que o plantel do Sporting foi dividido em dois grupos, Paulo Bento aproveitou para, após a vitória sobre o Estrela e antevendo o embate com o Manchester United, conversar longamente com Miguel Veloso. Um diálogo de ex-trinco para jovem trinco que se prolongou por dez minutos no relvado da Academia, já na parte final do preparo, enquanto os adjuntos do técnico orientavam um minijogo sem balizas, no qual evoluíram os jogadores que, na véspera, não tinham sido titulares na Reboleira.



Tal como os atletas que fizeram parte da escolha inicial do treinador para a partida da quarta jornada, Veloso fez apenas uma ligeira activação - 20 minutos de corrida em ritmo lento -, seguida dos habituais alongamentos. Antes de recolher aos balneários, ainda se entreteve com João Moutinho e Stojkovic, trocando algumas bolas, e depois... escutou Paulo Bento. Uma conversa em particular, na qual o líder técnico terá aproveitado para corrigir situações menos positivas no desempenho recente do médio-defensivo, tendo em conta, também, que esta temporada Veloso ainda não atingiu o patamar exibicional que o notabilizou na época anterior.

No primeiro treino de preparação para o jogo com os "red devils", destaque também para a presença de Marian Had no relvado. O esquerdino recupera de uma lesão muscular.

assim disse Ultra CDX @ 00:22   0 rugidos

"Queremos vencer"

Yannick Djaló poderá ser aposta de Paulo Bento para atacar o último reduto do Manchester United amanhã à noite. Suplente utilizado na Amadora, o internacional português Sub-21 poderá relegar Purovic para o banco na partida de abertura da Champions, assumindo a pareceria com Liedson na frente de ataque, tal como já mencionei ao principio da tarde. À semelhança, aliás, daquilo que aconteceu na época passada, na recepção ao Inter de Milão, igualmente na ronda inaugural da Liga dos Campeões, a velocidade de Djaló poder ser uma arma a explorar.


"Vamos ver, não sei se vou jogar, ainda não sabemos qual é a equipa. Se for opção para o mister, vou fazer tudo para ajudar. Frente ao Estrela da Amadora jogou o Purovic? É verdade, foi a opção do mister... Penso que esteve muito bem, é um excelente jogador. O treinador é que sabe", defendeu-se Djaló.

Porém, o jovem avançado não esconde que defrontar os "red devils" é um desejo pessoal: "É um jogo que motiva os jogadores, frente a um adversário que todos conhecemos. Todos gostariam de defrontar o Manchester United, e eu também quero jogar."

Quanto à diferença de valores entre os dois conjuntos, o camisola 20 não se mostra preocupado "Também temos jogadores de qualidade na nossa equipa e, seguramente, frente ao Manchester United queremos ganhar o jogo."

assim disse Ultra CDX @ 00:19   0 rugidos

Árbitro pianista



A UEFA nomeou Herbert Fandel para dirigir o encontro de amanhã entre Sporting e Manchester United, da primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.


O juiz germânico, pianista de profissão e que dirige a sua própria escola de música, faz-se acompanhar pelos compatriotas Carsten Kadach e Volker Wezel. O quarto árbitro, também alemão, é Peter Gagelmann. Refira-se que Herbert Fandel, 43 anos, tem já um longo currículo no futebol europeu, sendo notas de maior destaque a presença na final da Champions, a época passada, entre Milão e Liverpool, e na final da Taça UEFA, há duas temporadas, entre Middlesbrough e Sevilha.

assim disse Ultra CDX @ 00:15   0 rugidos

"Stojkovic é melhor!"

Antigo guarda-redes, Joaquim Carvalho admira Stojkovic e não hesita em colocá-lo num patamar superior ao de Ricardo, a quem o sérvio sucedeu entre os postes leoninos nesta temporada: "Tenho apreciado com grande interesse a carreira de Stojkovic no Sporting. Já disse anteriormente que o clube foi muito feliz na sua contratação e mantenho essa opinião. Ele tem muitas qualidades, concretamente ao nível dos reflexos, da forma como sabe fechar o espaço a sair da baliza. Gosto imenso dele. Aliás, gosto mais dele do que do Ricardo, pois acho que este tem insuficiências, especialmente a sair dos postes." Ainda que sem ilibar o camisola 34 do badalado lance no Dragão, a velha glória prossegue na defesa do homem que hoje lhe sucede em confrontos com o United. "Foi ingénuo ao agarrar aquela bola no Dragão, mas o árbitro decidiu mal, pois foi um corte do Polga."

assim disse Ultra CDX @ 00:13   0 rugidos

Com o golo milionário debaixo de olho

Amanhã, pelas 19h45, frente ao Manchester United, Liedson arranca em direcção a uma meta que lhe falta alcançar no Sporting: marcar golos na Liga dos Campeões. O melhor goleador leonino nas últimas quatro épocas - em duas delas consagrou-se o melhor marcador do Campeonato - já facturou em todas as competições em que disputou mais de um jogo com a camisola leonina. A excepção é mesmo a Champions.


Na época passada, que "apadrinhou" a sua estreia na mais importante prova de clubes da UEFA, o camisola 31 realizou cinco partidas, permanecendo em branco em todas elas. Inter de Milão, Spartak de Moscovo e Bayern Munique foram adversários que "Liedshow" não conseguiu perfurar (Infelizmente).

Agora, de regresso à prova milionária, as ambições do avançado baiano, além das que dizem respeito ao colectivo, claro, centram-se em mostrar à Europa a sua veia goleadora.

É verdade que na Taça UEFA o ponta-de-lança do Sporting contabiliza já 11 golos, mas a exposição mediática na Champinos é bem maior, o que lhe pooderá dar mais visibilidade aos olhos de Dunga, seleccionador do Brasil.

Para um jogador que, em apenas quatro temporadas, mais os quatro jogos disputados está época (Supertaça e Campeonato), facturou por 93 ocasiões, ampliar esses número, através da Liga dos Campeões, é o desafio que se segue. Van Der Sar (Manchester United) será o primeiro obstáculo, seguindo-se Shovkovsky (Dínamo de Kiev) e Doni ou Curci (AS Roma), guardiães que Liedson terá de superar para deixar o seu cunho pessoal na competição.

Para os adeptos leoninos, ver o baiano em branco numa prova é algo estranho. É certo que também não marcou na Supertaça - a Taça da Liga ainda está para chegar -, mas aí disputou apenas um jogo.

Amanhã, frente a Ferdinand, Vidic ou Evra, Liedson vai procurar o primeiro golo na competição que, a nível de clubes, faz parar a Europa. A tarefa é difícil, mas o 31 já provou que gosta de desafios. É bom não esquecer que chegou a Alvalade para fazer esquecer Jardel - e fez.

assim disse Ultra CDX @ 00:01   0 rugidos
 9.18.2007

Elogios para o nosso sporting

O manager do Manchester United, Sir Alex Ferguson, teceu rasgados elogios ao Sporting, equipa que vai defrontar nesta quarta-feira no Estádio José Alvalade, num dos encontros do Grupo F da Liga dos Campeões.


"Penso que é um jogo muito promissor. Temos uma relação espectacular com o Sporting, equipa pela qual temos muito respeito. É clube fantástico e com um programa para a formação muito bom. Há cinco anos trouxemos o Cristiano Ronaldo e agora o Nani", afirmou o experiente técnico escocês.

Alex Ferguson, por outro lado, assumiu com naturalidade que os red devils anseiam pelo título da Liga dos Campeões. "Pode ser feito [vencer a Champions]. No ano passado estivemos perto de consegui-lo, faltou-nos pouco de frescura na meia-final com o Milan", observou.

assim disse Ultra CDX @ 23:34   0 rugidos

Polga "Temos de assumir o jogo"

Anderson Polga não tem dúvidas em relação à melhor forma de o Sporting abordar o encontro com o Manchester United amanhã em Alvalade: "Temos de assumir o jogo e aproveitar o factor-casa. Se o Manchester United jogar da mesma forma que o tem feito nos jogos fora, podemos vencer".

O internacional brasileiro não deixa, todavia, de reconhecer o valor do adversário, destacando dois velhos conhecidos. "O adversário tem atletas de grande qualidade, que não perdoam erros grosseiros. Tanto o Cristiano Ronaldo como o Nani são grandes jogadores, todos têm consciência disso. Não há fórmula especial para marcá-los. Mas, de qualquer forma, é a atitude da equipa que importa, a tranquilidade com que nos vamos apresentar em campo, jogar bom futebol e evitar que esses jogadores possam destacar-se", explica Polga.

assim disse Ultra CDX @ 21:30   0 rugidos

"Um sporting autoritário"

Paulo Bento quer ver um Sporting autoritário amanhã na estreia na Liga dos Campeões (Grupo F) frente ao Manchester United. "Sabemos que não vamos conseguir dominar durante os 90 minutos, mas sempre que tivermos a oportunidade, tentaremos, no bom sentido, agredir o adversário", explicou o técnico dos leões.



O timoneiro da formação de Alvalade sabe, no entanto, que a missão não será fácil e que qualquer casa não começa a ser construída pelo telhado mas sim pelas fundações. "Somos uma equipa que se habituou a defender bem, sem deixar de querer ter a iniciativa de jogo. Respeitamos, mas não vamos entrar, seguramente, com medo do Manchester", frisou Bento.

Em relação ao onze que vai iniciar o encontro é que o treinador não abriu o jogo, admitindo-se alterações face à equipa que venceu o Estrela da Amadora no último domingo. designadamente a troca de Purovic por Djaló. "Os primeiros a saber vão ser os jogadores. As características são diferentes. Se jogar um ou outro haverá alterações na forma de jogar da equipa, por isso não vou revelar mais nada", explicou Paulo Bento.

assim disse Ultra CDX @ 21:24   0 rugidos
relojes web gratis

DC Templates™


Ultra JuveLeo Condeixa